Snapchat amarga prejuízos financeiros e continua perdendo usuários

O Snapchat pode ter sido uma febre entre os jovens e adolescentes alguns anos atrás, mas infelizmente, boa parte dos usuários da rede social se renderam aos “encantos” do Instagram Stories, que desde que foi lançado vem “destruindo” o fantasminha amarelo.

Perdas e mais perdas

Como uma tentativa de arrecadar lucros, a empresa apresentou os papéis para a sua oferta pública inicial de ações (IPO). A ideia é simples: lucrar na bolsa de valores e em março levantar US$ 3 bilhões com suas operações. Mas o documento do IPO mostra que a companhia tem perdido dinheiro, e não tem sido pouco.

Em 2016, a receita da companhia foi de US$ 404,5 milhões, contra US$ 58,7 milhões registrados no ano anterior. Números realmente animadores, afinal, o Snapchat tem pouco tempo de existência – o app surgiu em 2011. Porém, apesar dos lucros obtidos no ano passado, desde o inicio do último trimestre a rede social vem perdendo usuários de forma assustadora.

Um inimigo em comum foi o responsável

A companhia conseguiu um bom aumento nas receitas em 2016 devido a base de 158 milhões de usuários ativos que o Snapchat registrou no término do ano. No entanto, analisando os dados do último trimestre de 2016 até hoje, o registro de novas contas no serviço praticamente parou. O motivo todos nós sabemos e ele tem nome: Instagram Stories

Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, tentou comprar o Snapchat em 2013, com uma oferta generosa de US$ 3 bilhões. Porém Evan Spiegel, cofundador e CEO da Snap, negou a proposta mais de uma vez. Sendo assim, o Facebook “chutou o balde” e resolveu trazer funcionalidades semelhantes aos seus apps, tais como é o Messenger, Whatsapp e especialmente no Instagram. Além disso, o Facebook tentou lançar apps independentes com as mesmas funcionalidades do Snapchat, mas sem sucesso. A explosão mesmo ocorreu com uma funcionalidade introduzida no Instagram chamada de “Stories”.

Os prejuízos não param

A audiência do Snapchat, segundo dados recentes, caiu cerca de 40% nos últimos meses. Algumas mudanças no serviço, e a remoção de funções importantes para o usuário, podem ter contribuído para sua queda abrupta, no entanto, a predileção pelo Instagram Stories deve ter sido o principal motivo.

Em alguns trechos do documentos apresentado por Snap Inc. a empresa reconhece as perdas no passado e diz que ainda prevê mais perdas para o futuro. Sendo assim, poderá o Snapchat reverter esse jogo e evitar uma possível falência? Só o tempo e a própria empresa dirá.

Fonte | Via

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.