Sony e Jolla se unem para trazer Xperias rodando Sailfish OS

O mercado de eletrônicos inteligentes parece manter estruturas firmes e intransponíveis, visto a quantidade de novas propostas que falharam em conquistar um lugar na disputa. Ainda que a concorrência seja positiva para o consumidor, a rejeição ao novo e desconhecido obriga as fabricantes renomadas a manter-se atreladas ao Android, que foi abraçado pelo público e garante segurança. O grande problema esta em diferenciar o seu produto no meio de tantas opções similares, o que torna a adoção do sistema da Google uma faca de dois gumes.

Poucas sãos as marcas que se arriscam fora dos dominios do robozinho, como a Samsung e LG, com o Tizen e o WebOS. Contudo, a japonesa que não anda tão bem das pernas parece estar buscando novos ares. Um anúncio oficial confirma que os smartphones da linha Xperia passam a suportar o Sailfish OS no seu programa de testes. De forma inusitada, a Sony passará a se aventurar com o sistema da Jolla, dando uma segunda opção aos seus consumidores e testando a recepção que o mercado a novidade.

O anúncio foi feito pela Finlandesa, que foi formada por antigos funcionários da Nokia logo após a compra pela Microsoft, que confirmou que esta MWC contará com a presença de um Xperia X rodando o sua solução própria, como o primeiro fruto desta parceria. Este modelo ainda chegará ao mercado com foco nos consumidores e fãs do sistema operacional, datado para o final do Q2 de 2017.

A novidade é interessante para aqueles que buscam novas opções, mas até o momento parece tratar-se apenas de um tímido teste da Sony. Uma vez que a empresa tem visto quedas constantes nas suas vendas (ainda que o lucro tenha aumentado graças a super-valorização do preço dos seus dispositivos), é bastante improvável que ela se arrisque cegamente nesta empreitada.

Fonte.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.