Todos os detalhes da MUIU 11 foram vazados e ela está recheada de novidades

Diferentemente do padrão praticado por outras fabricantes, a Xiaomi não trás novas versões para a sua modificação do sistema a cada atualização do robozinho. A famosa interface MUIU tem estado em sua décima versão a um bom tempo, fazendo-se presente até mesmo em aparelhos com o Android 7.

A boa noticia é que o desenvolvimento da nova versão da interface já está em produção desde o inicio deste ano, podendo dar as caras em alguns dos aparelhos da companhia que estiverem selecionados para receber o novíssimo Android 10.

MIUI 11

A MUIU 11 está recheada de novidades, sendo elas essencialmente voltadas para a renovação do design e ícones que compõem a experiência do usuário, mas sem esquecer da necessidade de adição de funcionalidades, trazendo também um modo ultra econômico de energia e um modo escuro, entre outras funcionalidades.

Felizmente, a companhia liberou acidentalmente o update para alguns aparelhos como o Redmi K20 Pro, Mi Mix 2S, e Mi 6, possibilitando que possamos conhecer um pouco das novidades da nova versão.

Novos ícones

Como era de se esperar, a nova cara da MIUI não se baseia em nada do que podemos ver no Android em seu modo mais puro. Ícones coloridos e vividos tomam a cena aqui, dispostos em categorias, como tem sido praticado nas últimas versões.

Novo Design

Seguindo as ultimas tendências, as novas interfaces para os apps embarcados buscam maior simplicidade e objetividade, buscando “empoderar a produtividade” como indica o slogan dedicado ao update. Deste modo, telas minimalistas essencialmente brancas contam com letras em negrito destacando os pontos de maior interesse ao usuário.

Novas Funcionalidades

Em uma jogada inesperada, o “certamente não esperado” compartilhamento de arquivo entre dispositivos desenvolvido em parceria com a Vivo e OPPO ganha destaque aqui.

Outra função que ganhou novos recursos foi a tela Always On, que agora conta com modos interessantes onde o texto muda de coloração conforme o tempo passa; um em estilo caleidoscópio, que transita entre 5 padrões a cada vez que a tela é ativada; ou outro em estilo espacial onde as luzes alteram-se conforme a posição do sol em sua localidade.

Além de opções de customização, foram adicionados um novo gerenciador de arquivos, modo escuro, uma função para sons dinâmicos e a possibilidade de resposta rápida para alguns mensageiros.

Tratando-se de uma liberação acidental, nem todos os recursos encontrados na versão 9.9.9 da MUIU 11 poderão ver a luz do dia. Contudo, com este pequeno “test-drive” é possível obter uma ideia dos planos da Xiaomi para a interface que deverá rodar sobre seus dispositivos por um bom tempo.

Via.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.