Treta Epic Games x Apple: Dona de Fortnite tenta argumentar sua posição nos tribunais

Na última sexta feira, a Epic Games entregou aos tribunais todo argumento contra a Apple no que se refere a recente remoção do seu título, Fortnite, da loja de Apps, App Store.

O posicionamento da Epic frente a Apple vem com o intuito de trazer Fortnite de volta a App Store, você pode ver aqui na íntegra a liminar entregue a juíza Yvonne Gonzalez Rogers. No entanto, a próxima audiência foi marcada para somente no próximo dia 28 de setembro.

Se você tem acompanhado este caso, sabe que a juíza Yvonne Rogers não estava disposta a emitir uma ordem de restrição contra a Apple, isso porque a Epic não provou que estava sendo lesada pela a empresa americana e de acordo com a juíza, a Epic “estrategicamente escolheu quebrar seus acordos com a Apple” e parecia parcialmente culpado.

A Epic alega que vem sendo prejudicada não só na sua reputação, mas “os usuários ativos diários no iOS diminuíram em mais de 60% desde a remoção do Fortnite da App Store”.

A Epic diz que o iOS é sua maior plataforma de jogos com mais de 116 milhões de usuários registrados, ou seja, quase um terço dos usuários do jogo somam 350 milhões de usuários.

A companhia também se mostra com medo de perder esses usuários e alega que sua comunidade de usuários está sendo destruída. O grande problema é que a grande maioria desses usuários utiliza o título apenas pelo sistema operacional da Apple.

Fonte: The Verge

Sobre Luiz Carlos Tinoco Junior

Redator do site Meu-Smartphone, Entusiasta em Tecnologia Mobile, Fã do sistema Android, Cristão e em constante evolução.