Windows 10 finalmente ultrapassa o Windows 7 em alguns mercados

Bonito, intuitivo e funcional, o Windows 7 até pouco tempo atrás reinava com total folga na esmagadora maioria dos computadores com o sistema da Microsoft. Com um sucessor bastante impopular, a liderança parecia consolidada, o que gerou dúvidas sobre o potencial do novato Windows 10. Quebrando estas barreiras, o sistema mostrou para o que veio superando a versão consagrada em alguns dos mercados, o que não acontecia desde o lançamento do Windows 7.

De acordo com os dados da Statcounter no mês de dezembro o Windows 10 finalmente superou o Windows 7 em usagem, ao menos nos Estados Unidos e Reino Unido. Alcançando 26.29% de participação na casa do tio Sam, o novo sistema deixa o Windows 7 para trás, com 26.56%. No Reino Unido temos uma diferença ainda maior, sendo de 31.02% a 21.49% respectivamente.

Contribuindo para os resultados temos a introdução de tablets de baixo custo com o Windows 10 no mercado, a ascensão dos dispositivos 2-em-1 e o novo Windows 10 Creation Update. Ainda assim, em um parâmetro global o Windows 7 ainda garante uma larga vantagem com 48.34% de participação contra 24.36%.

Com um ativo programa de updates para a plataforma, a Microsoft tem conseguido ganhar a atenção dos usuários que rejeitaram a novidade em primeiro plano, ao passo em que acrescenta novidades importantes para torna-la competitiva ao mercado. Unindo os conceitos populares do Windows 7 com as novidades ousadas do Windows 8, o Windows 10 se tornou a solução perfeita para quem ainda relutava à mudança.

Fonte.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.