Windows Phone não é sustentável, mas terá desenvolvedores de elite de volta, diz o CEO da Microsoft

longform-original

Em uma entrevista com o CEO da Microsoft Satya Nadella, o jornalista Mat Honan Buzzfeed abordou alguns dos problemas enfrentados pela empresa no setor de mobilidade, com pouca participação no mercado de smartphones em particular.

Balançando a cabeça quando Mat mencionou a quota de mercado de apenas 1,7% , Satya, disse que concordou que a Microsoft deve permanecer no mercado de sistema operacional móvel, até por que é um dos setores de maior importância atualmente. Ainda no mesmo assunto, ele disse que mesmo se os usuários não utilizar um produto específico da Microsoft, ainda havia uma grande variedade de outros produtos que eles utilizariam, mesmo sendo em outras plataformas.

Aqui estão as suas verdadeiras palavras:

“Qual é a quota de mercado HoloLens? Qual é a quota de mercado do Xbox? Qual é a quota de mercado de PCs? Qual é a quota de mercado de nossos telefones? “, Diz Nadella. “De volta para o que disse sobre o setor de mobilidade. Se você pensa nisso apenas como um gráfico, esses [dispositivos] são todos nossos. Às vezes, o usuário irá usar todos esses dispositivos … às vezes eles vão usar apenas um ou dois deles ou até mesmo um de outras plataformas – que assim seja. Mas nós queremos ter certeza de que estamos completando a experiência em todos os lugares.”

Resolver o problema de interesse dos desenvolvedor: Quando perguntado ao Nadella sobre isso, ele admite que a Microsoft perdeu muitos desenvolvedores. Mas ele também argumenta (é claro) que com o Windows 10 e sua capacidade de mover-se de dispositivo para dispositivo, a Microsoft vai ter um monte de desenvolvedores de volta, como já está acontecendo agora, mesmo que lentamente.

Microsoft espera usar a nuvem para fazer a “experiência móvel” do usuário mais fácil ao mudar de dispositivo para dispositivo, se eles executam o sistema operacional Windows ou não.

No vídeo Nadella parece mais animado com o Hololens do que com o Windows Mobile (Nem nós mesmo estamos), mas esperamos que agora em 2016 o setor móvel traga mudanças drásticas em todos os aspectos (precisamos disso), pois até agora o que presenciamos foi o momento de transição da empresa.

Tenha em mente que, só em 2015 os primeiros smartphones com a marca da empresa começaram a ser vendidos e vemos que ainda há alguns aspectos para mudar. Por outro lado, alguns projetos para tornar a vida dos desenvolvedores mais fácil apresentados no incio do ano já começou a dar frutos e por fim, somente com a chegada oficial do Windows 10 para smartphones é que veremos grandes avanços nesse setor. Concordam?

Via: WMPU

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.