Início » IMPORTAR » Xiaomi Black Shark é oficializado para amantes de jogos, trazendo uma construção radicalizada

Xiaomi Black Shark é oficializado para amantes de jogos, trazendo uma construção radicalizada

A Black Shark é tecnicamente uma empresa independente, mas graças a um grande investimento da Xiaomi, ambas as empresas esperam competir diretamente com a Razer e a Nubia no que se refere a objetos para gamers. Essa parceria resultou na produção do Xiaomi Black Shark.

Apelidado de Black Shark, o novo dispositivo da chinesa acaba de ser oficializado através de um evento particular na China, trazendo a forma geral do telefone para jogos, painel frontal dominado por uma grande tela 18: 9 de 6 polegadas, com uma resolução de 2160×1080 (FHD +) e uma densidade de pixels de 403PPI.

Hardware

Por baixo do capô, ele ostenta o chipset Qualcomm Snapdragon 845, que tem clock de alta velocidade de 2.8GHz. Variantes com 6 GB e 8 GB de RAM serão oferecidas, com o primeiro trazendo 64 GB de armazenamento, e o segundo oferecendo 128 GB.

Com o objetivo de melhorar a experiência de jogabilidade, o Xiaomi Black Shark também foi equipado com um sistema de refrigeração líquida, que deve ajudar a manter as temperaturas baixas durante o uso. Aprimorando ainda mais a experiência, haverá uma configuração de dois alto-falantes acoplada a um microfone de alta qualidade.

O aparelho oferece ainda um modo de desempenho, que poder ser ativado a qualquer momento através do botão dedicado na lateral do smartphone.

Construção

O aparelho é construído em alumínio e sua traseira parece assumir a forma de um X com os lados superior e inferior do dispositivo sendo muito mais angular do que os smartphones tradicionais. Na verdade, um total de oito lados são exibidos no formato do dispositivo.

Por causa disso, a empresa optou por incluir as bandas de antena nos cantos superior e inferior, o que significa que há quatro bandas de antena. Há também um grande logotipo do Black Shark, que está presente em uma cor verde neon.

Câmeras

Em termos de câmera, o aparelho oferece uma configuração de câmera dupla, consistindo de um sensor principal de 12 megapixels e uma lente secundária de 20 megapixels, os quais são acompanhados por um flash LED de dois tons. O aparelho traz também o que a empresa chama de “Dark Light Enhancement Technology”, que deve melhorar as fotos com pouca luz. Juntamente com tudo isso, há também uma câmera frontal de 20 megapixels.

Além disso, há um tanque de energia de 4.000mA, juntamente com suporte para a tecnologia Quick Charge 3.0 da Qualcomm. Seu software não tem a MIUI, mas sim o Android pouco modificado na versão Android 8.1.

Preço e disponibilidade

O Xiaomi Black Shark será vendido exclusivamente na China, mas caso se torne popular, ele pode chegar a outros mercados. De modo geral, o dispositivo estará disponível nas cores: Polar Night e Sky Grey.

  • O telefone custará 2.999 Yuan (US $ 477) para a variante de 6 GB de RAM e 3.499 Yuan (US $ 557) para o dispositivo de 8 GB de RAM.

Por último, os interessados também poderão por as mãos em um gamepad dedicado para o dispositivo que adiciona um stick analógico e botões extras ao dispositivo por 179 Yuan, equivalente a US $ 29.

Via / Via

Sobre Rafael Paluzzi

Crente em Jesus e apaixonado por tecnologia, sempre procuro me manter informado sobre tudo, principalmente sobre o mundo mobile.
%d blogueiros gostam disto: